Notícias de Caruaru e Região

Tragédia anunciada: Paredão da Barragem de Jucazinho corre sério risco de rompimento.

Barragem de Jucazinho em 29 de maio de 2017
Barragem de Jucazinho em 29 de maio de 2017

O que está sendo motivo de muita alegria entre a população que é abastecida pela barragem de Jucazinho, pode se tornar em uma tragédia que vem sendo anunciada à muito tempo.

A Barragem de Jucazinho começou a receber na tarde desta terça-feira (17 de março), água da enchente que ocorreu no Rio Capibaribe, provocada pelas chuvas que caíram na região de Brejo da Madre de Deus na última segunda-feira (16).

Antes de receber água dessa enchente, a barragem estava em colapso, a sua capacidade é de 204 milhões, 801 mil metros cúbicos. Desde novembro do ano passado, Jucazinho estava no volume morto, o que significa que o nível era tão baixo que impedia a captação de água pelo sistema convencional. Por isso, 11 cidades do Agreste Setentrional vinha sendo abastecidas por caminhão pipa.

Após a Barragem de Jucazinho acumular água. O manancial saiu do pré-colapso e atingiu o nível de 8,12% da capacidade total depois das chuvas desta semana, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que irá reduzir o rodízio de abastecimento de água em oito cidades do Agreste a partir desta sexta-feira (20), fato este que foi bastante comemorado pela população.

No entanto, de acordo com um vídeo gravado por um popular, enviado aos principais órgãos de imprensa do estado, vemos claramente que o paredão está comprometido com várias rachaduras de onde já pode-se ver água minando.

1 comentário
  1. Solange Diz

    O nosso dinheiro sendo Roubado, Só Jesus na causa. Cambada d ladrão.😡😡😡

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.