Notícias de Caruaru e Região

Crônica do Dia – COISAS DO GOVERNO – Por Malude Maciel

Malude Maciel
Malude Maciel

Na opinião de uma cidadã comum, ciente do seu direito de opinar, o governo deveria se esmerar naquilo que faz, pois, mesmo com bons projetos a execução de alguns deles, dá o que falar (reclamar), devido ao não ou mau funcionamento de tudo que tem a marca da coisa pública. “Gato escaldado tem medo de água fria”.

Sempre foi assim; não é uma questão de partido A ou B no poder; mas os cidadãos sabem e protestam porque as instituições públicas não funcionam a contento.

Na área da saúde é um deus nos acuda; na educação muito a desejar, a segurança, nem se fala e por aí vai sem algo a ser elogiado, com raríssimas exceções.

Quando alguma coisa vai mal, há quem diga: é coisa do governo! O dinheiro público escapa pelo ralo da irresponsabilidade quando não da corrupção já provada e comprovada e a cantiga da perua é uma só: de pior a pior. Se a gente for enumerar as falcatruas e coisas mal feitas pelo governo, não termina a lista. E isso poderia ser diferente: o cidadão orgulhoso das autoridades constituídas, seria o ideal.

A gente sabe e acompanha as propagandas de inúmeras realizações governamentais, porém se chegar perto verá como todas são defeituosas. E não há motivos para isso. Se uma obra é feita, que seja bem-feita, digna de elogios e satisfação. As nossas estradas, por exemplo são uma lástima, falta de sinalização e tudo o mais.

Para ter uma ideia há construções de casas populares que aparecem caindo, com rachaduras, sem saneamentos, faltando isso e aquilo, e os moradores que receberam as chaves com tanta alegria veem seu sonho frustrado. Na saúde é a mesma coisa: aparecem hospitais, postos de saúde e UPAS e o povo se anima, mas, quando precisa se depara com tamanhas dificuldades e maus atendimentos. O 135 do INSS é um engodo; as filas continuam, e a demora com mau atendimento, também.

Há um exemplo na área de turismo e lazer que vou citar porque me deu pena: O Parque Ecoturístico de Fazenda Nova – Brejo da Madre de Deus, completamente abandonado com lindas esculturas em pedra fomentaria o Turismo na Região, e assim outros empreendimentos na área da cultura e turismo. Uma lástima!
E na Educação, que é o futuro de todo país, aí é uma vergonha. Estudantes aplicados que tiram notas boas e querem progredir em seus cursos superiores, se deparam com Faculdades despreparadas sem as mínimas condições de conforto aos jovens universitários. As estruturas falhas, computadores quebrados e sem incentivo financeiro e acolhimento decente aos jovens que chegam nesse patamar, com dificuldades, mas encontram deficiências mil. Isso falando em cursos superiores porque nos básicos, ficou a promessa de Escola em tempo integral e poucas são realidade, mas 50% do alunado não termina o período; eis a verdade.

O ENEM todos os anos apresenta erro daqui e dali nas notas finais e fica tudo por isso mesmo. O FIES cada ano com menos vagas, enfim, as dificuldades de estudo nesse país só aumentam dando chance aos mercenários cobrarem exorbitâncias no particular.

Vêm eleições e passam eleições. Fulano sobe e Beltrano desce, mas esses problemas não têm solução. Por que não? A decepção permanece crescente.

Até nesse período de pandemia houve corrupção no governo, nas compras, no emprego das verbas e em coisas mal feitas. Numa situação de extrema calamidade e ainda há indivíduos se beneficiando a custa da população. É demais!!

 

Sobre a autora:

Maria de Lourdes Sousa Maciel se tornou “Malude” porque seus irmãos não sabiam dizer seu nome completo, como sua mãe insistia. Se tornou poetisa, escritora (Reminiscências de Malude em Prosa e Versos foi seu segundo livro publicado. O primeiro livro publicado intitula-se : No Meu Caminho.) é membro da Academia Caruaruense de Cultura, Ciências e Letras – ACACCIL. Ocupa a Cadeira 15, que tem como patrono a Profa. Sinhazinha.

 

 

1 comentário
  1. Terezinha Fernandes Diz

    Tudo verdade Malude, pensando se o “canto da perua” continuar o que será dos nossos netos num Brasil tão saqueado e cheio de administradores tão irresponsáveis? Se não fosse minha fé e esperança no Senhor, já teria me deprimido…

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.