Notícias de Caruaru e Região

França e Espanha detectam variante britânica do coronavírus

variante britânica do Coronavírus
Variante britânica do Coronavírus

(ANSA) – Os governos da França e da Espanha anunciaram, entre a noite desta sexta-feira (25) e a manhã deste sábado (26), que detectaram a variante britânica do Coronavírus Sars-CoV-2 em cidadãos do país.

Paris informou que o caso detectado é de um francês que mora no Reino Unido e estava no país e Madri informou que quatro casos foram confirmados na capital. Todos os espanhóis haviam viajado para o Reino Unido e outros três estão sendo monitorados.

Ainda não se sabe quais são os reais efeitos dessa mutação detectada por pesquisadores do Reino Unido, mas acredita-se que ela seja até 70% mais transmissível que o vírus atual. No entanto, estão sendo estudadas a letalidade da nova cepa e se haverá algum problema com as vacinas anti-Covid já aprovadas.

Mutações em vírus são extremamente comuns e ocorrem com mais frequência com a ampla disseminação do Sars-CoV-2. Estima-se que o atual coronavírus já tenha mais de quatro mil mutações. Porém, essa variante acabou deixando os pesquisadores mais em alerta porque, desde que ela foi detectada no Reino Unido em setembro, ela tornou-se a mais contagiosa em Londres e no sudeste da Inglaterra.

Já na Itália, que também está monitorando os casos e já havia detectado a chegada da nova variante ao país, outros seis novos casos foram localizados em Nápoles. Todos também haviam retornado de Londres recentemente.

Mais de 30 países chegaram a fechar suas fronteiras aéreas e terrestres com os britânicos para evitar a disseminação dessa nova cepa. Até o momento, a mutação só foi encontrada em países europeus. (ANSA).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.