Notícias de Caruaru e Região

“Dona Menininha do Alfenim” celebra 94 anos de vida

Dona Menininha do Alfenim
Dona Menininha do Alfenim – Foto: Adriano Monteiro – Decom Agrestina

Neste dia 20 de janeiro, Agrestina e Pernambuco celebram os 94 anos de vida da doceira e Patrimônio Vivo do Estado, Maria Belarmina, a popular “Dona Menininha do Alfenim”.

Menininha é mestre na arte de fazer Alfenim, um docinho de origem árabe trazido de Portugal e da Espanha ainda na época do Brasil Colônia, produzido com água, açúcar e limão, e moldado em forma de pequenas esculturas que retratam elementos de uma vida simples e rural.

O que começou como uma brincadeira, aos nove anos de idade, tornou-se um ofício familiar e uma doce tradição. A iguaria de festa santa, conhecida por sua comercialização nas festas de padroeiros, foi preservada por Dona Menininha, detentora de uma produção que abastecia toda a região.

Ao longo de mais de oito décadas de vida, Dona Menininha construiu um pedaço importante da história de Pernambuco através desta relíquia gastronômica, que ocupa um lugar de destaque no universo dos sabores afetivos.

Ao final deste ano de 2020 a mestra doceira alcançou o maior reconhecimento que poderia obter em vida, foi eleita como Prêmio Patrimônio Vivo de Pernambuco.

 

Assine nossa newsletter e receba nossas notícias em seu e-mail

Insira o seu endereço de e-mail:

Delivered by FeedBurner

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.