Notícias de Caruaru e Região

Estreia: COVID-19: Brasil entre os cenários que preocupam – Por Oscar Mariano.

Oscar Mariano
Oscar Mariano

Estamos perto de completarmos um ano de Pandemia, e o que ainda podemos observar é um verdadeiro caos em todo o mundo. Alguns países voltando ao lockdown, outros tentando levar uma vida “normal”, para evitar fechar as portas do comércio. Mesmo com a chegada da vacina, muitas vidas ainda estão sendo perdidas. Mas, aproximadamente 40 países já iniciaram o programa de vacinação desde dezembro, a exemplo de Arábia Saudita, Barherein, Canadá, Chile, China, Costa Rica, EUA, Israel, Kuwait, México, Qatar, Reino Unido, Rússia e a União Europeia. Outros países como a Argélia, Índia, Japão, Filipinas Turquia, Paquistão entre outros, informaram que irão começar a imunizar a população no primeiro trimestre de 2021. O vírus da Covid-19 já matou mais de 1,9 milhão de pessoas em todo o planeta. Cada dia que passa, se não há prevenção, o contágio é certo.

Com uma transmissão de cinco milhões de novos casos em uma semana, e com números de mortes batendo recordes em diferentes países, ontem em um pronunciamento nas redes sociais a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que o segundo ano da pandemia pode ser “ainda mais duro” e cita, entre diversos países, a situação do Brasil entre os cenários que preocupam. E comentou que “serão necessários meses” até que as taxas de imunização comecem a ser refletidas na curva da pandemia.

Ontem, infelizmente o que aconteceu no Amazonas nos deixou perplexos, pois algumas unidades de saúde entraram em colapso por falta de oxigênio, e vários pacientes foram transferidos para outros estados, caso contrário iriam morrer sem fôlego. A quase uma semana, nenhum estado apresentou queda nos casos e mortes da COVID-19 no país, isso é muito preocupante. Mas uma palavra define bem o que estamos passando, falta de ressignificação por parte da maioria da população.

No Brasil, desde que foram anunciadas as descobertas das vacinas, trava-se um grande dilema de qual laboratório comprar o imunizante. Mas temos muito a comemorar, pois o laboratório Butantan, é um dos que conseguiu desenvolver uma vacina que possui uma eficácia de 50,38% em todos os casos. Segundo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a vacinação no Brasil terá início no final de janeiro ou início de fevereiro, mas essa data já sofreu várias mudanças. Outra questão que se fala muito, é sobre as seringas, pois o país não tem a quantidade suficiente para vacinar todos os brasileiros, mas o governo garante que todos serão imunizados.

Mas o que fazer? Num momento em que a economia vai mal, os índices de casos aumentam a cada dia que passa, e só vemos a situação piorar. Acredito que massificar as campanhas de conscientização e impor medidas mais rígidas onde for necessário, seriam um bom começo, pois iria mostrar a população que mais cedo ou mais tarde, vamos reviver os meses de março, abril e maio de 2020. Mas enquanto muitos políticos brasileiros, estiverem mais preocupados com a fórmula da vacina do que iniciar a vacinação, fatidicamente iremos ver muitos brasileiros perdendo suas vidas.

Sobre o autor

Oscar Mariano é cientista político, publicitário, professor e Coaching Profissional
Contato: [email protected]

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.