Notícias de Caruaru e Região

Descubra a origem dos dados

dados - origem
.

Se tiver que escolher um divertimento popular que pode ser praticado por crianças e adultos, de acordo com a complexidade das regras, a maioria das pessoas provavelmente pensa nos dados.

Embora sejam conhecidos e utilizados ao redor do mundo, muitos jogadores desconhecem a origem destes pequenos cubos. Os dados não são uma invenção moderna: sua origem é quase tão antiga como a história da humanidade.

Eles são usados tanto em reuniões de famílias e amigos, quanto em cassinos e jogos online. Independentemente se faz apostas no Brasil ou em outro país, alguma vez se perguntou onde e como surgiram os dados?

Vamos conhecer um pouco sobre a invenção e o desenvolvimento deste popular divertimento.

Os primeiros dados

Entre os historiadores não existe consenso absoluto sobre o surgimento dos dados. Algumas correntes afirmam que foram criados no século V a.C. por uma pessoa chamada Palamedes, que também inventou o disco e o dedal.

Por outro lado, o historiador grego Herodoto indicou em seus escritos que os turcos são os responsáveis pela criação deste jogo. No entanto, há estudos que consideram que os dados foram inventados no Egito, e os cidadãos daquela civilização passavam muitas horas brincando com eles.
Os dados mais antigos tinham apenas dois lados planos com várias divisões. Os números 1,6, 3 e 4 eram assinalados com pontos, enquanto as caras 2 e 5 se deixavam sem apontar.

O primeiro dado cúbico com 6 caras assinaladas foi o elemento conhecido como tessera, que era feito de marfim, madeira ou osso. Este pequeno cubo era usado pelos gregos e também pelos romanos.

Como surgiu o dado moderno

Assim como acontece com todos os produtos culturais, o dado sofreu modificações no decorrer da história, de acordo com o significado e a forma de utilização que cada civilização lhe atribuiu.

O elemento que atualmente conhecemos como dado surgiu na Índia, onde não era uma forma de se divertir, senão que se usava para fazer predições sobre o futuro.

Muitos anos mais tarde, na idade média, os dados já eram usados como um jogo de azar. Em esse momento existiam centros de apostas onde se jogava com estes cubos para tentar a sorte.

As apostas eram variadas: terrenos, roupas, joias, mulheres e até famílias. Claro que aqueles que não eram afortunados, muitas vezes utilizavam a violência para vingar sua desgraça.

Em muitos países da Europa existam também escolas e irmandades de dados, onde aficionados procuravam se especializar na arte do azar para obter riquezas ou recuperar os bens perdidos. Esta situação levou a que em ocasiões os Estados proibiram os jogos, devido a que os consideravam como uma falta de moral e bons costumes.

A colonização e a migração europeia levaram os dados às terras americanas, difundindo este jogo entre os habitantes do Novo Mundo. Uma vez espalhados, surgiram novas formas de jogar que se popularizaram.

Na atualidade é possível jogar os dados em casa, tanto de forma física como virtual. Graças aos cassinos online, já não é imprescindível ter cubos e o fritilo em mãos. Basta ter um computador ou smartphone e conexão à internet.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.