Notícias de Caruaru e Região

Palácio dos Campos das Princesas vai usar a mesma tática que elegeu João Campos para eleger Geraldo Júlio.

Eleições 2022
.

Um importante interlocutor, que frequenta os corredores do Palácio dos Campos das Princesas, disse ao Jornal de Caruaru que o PSB vai usar a mesma tática que elegeu João Campos prefeito do Recife para eleger Geraldo Júlio governador de Pernambuco.

“Não me perguntem que tática é essa que eu não vou revelar, só sei que ela é infalível e Geraldo vai ser eleito governador de Pernambuco. Tenho certeza disso.” falou nosso interlocutor, em reserva.

É forte o buxixo, nos corredores do palácio, que Paulo Câmara pode deixar o governo de Pernambuco em abril de 2022 para disputar as eleições. Dentro do PSB, as opções de disputa por uma vaga na Câmara dos Deputados, Senado Federal, e até mesmo a indicação para compor uma chapa presidencial como candidato à vice, estão sendo estudadas com cautela.

O assunto tem sido tratado com cautela pelos socialistas, porque as costuras políticas precisam passar também pelos partidos que compõem o palanque da Frente Popular. Além da possível fadiga por ter o PSB há 16 anos no poder, no âmbito estadual, ainda tem o fato de que siglas como Avante e PP, não terem escondido suas insatisfações com relação à atenção dispensada a eles após a vitória de João Campos na Prefeitura do Recife. “O PSB precisa compreender que ele não governa sozinho, mas dentro de uma aliança”, disparou um aliado, que não quis ter seu nome divulgado, e ainda aguarda ser chamado pelo governo para tratar de espaços.

O palácio trata como certa a candidatura da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra ao governo de Pernambuco. “É o nome mais em evidencia, do PSDB, no momento. E o PSDB não vai deixar de participar do pleito. Já o prefeito de Petrolina é uma incógnita. Pois o MDB, pode se aliar ao PSB, novamente, e “melar” as pretensões de Miguel Coelho.” disse.

Além destas legendas, a discussão também passará pelo aliado de primeira hora, o PCdoB. Com a saída de Paulo Câmara, quem assumiria o Executivo seria a vice-governadora Luciana Santos. Nos bastidores, comenta-se que dificilmente ela não disputaria uma vaga na Câmara dos Deputados. Como presidente nacional do PCdoB, e chefiando o Governo do Estado, ela poderia trabalhar com mais empenho pelo fortalecimento dos candidatos estaduais e federais. Inclusive, a atual vaga do partido na Casa, é ocupada pelo deputado federal Renildo Calheiros.

“Como não tem definição ainda por parte do governador, é preciso esperar e ter paciência”, cravou nosso interlocutor.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.