Notícias de Caruaru e Região

TV Globo exibe, neste fim de semana, desfiles históricos dos carnavais do Rio e de São Paulo.

carnaval globo
.

Em 2021 não tem Carnaval, mas a Globo vai mostrar, neste sábado (13) e neste domingo (14), desfiles do Rio e de São Paulo que marcaram a história do maior espetáculo da Terra. A apresentação é do Aílton Graça e do Milton Cunha.

Cidade do Samba, 2021: a fábrica de alegrias fechou. Em um dos lugares mais barulhentos do mundo, até o vento anda meio silencioso. O ritmo da vida mudou e o samba aprendeu a esperar. A nossa memória é que não se conforma facilmente com a ausência da folia. De repente, brota uma imagem. A imagem traz a música, que traz o carro alegórico, que traz a fantasia. Assim, o desfile inteiro vai surgindo na lembrança, e traz a certeza de que, mesmo nos momentos mais difíceis, o carnaval resiste.

Vira, virou: a vida já deu tantas voltas e esse samba não sai da cabeça. Esse e outros desfiles históricos vão passar na sua tela nas noites de sábado (13) e domingo (14). Imagine um carnaval com dezenas de campeãs. Vai ser assim. As escolas de São Paulo e do Rio vão reviver os momentos grandiosos das passarelas do Anhembi e da Sapucaí.

“No momento em que não realizaremos carnaval, puxar na memória sambas inesquecíveis. Teremos, pelo menos, o direito de lembrar como seria se estivéssemos na rua, se estivéssemos no palco fazendo o carnaval”, festeja o carnavalesco Leandro Vieira.

Desfilar de novo com aquele samba tão bom que todo mundo aprendeu na hora e que continua ecoando até hoje. Vamos relembrar a noite em que o Rei não dormiu: Roberto Carlos amanhecendo com a Beija-Flor na Sapucaí. Ou a Vai-Vai provando que o sonho de toda música é virar samba: a Orquestra Sinfônica do Carnaval.

Aílton Graça e Milton Cunha vão ser os anfitriões da festa nesse ano em que o endereço do desfile é a passarela de cada um. “Sofá para lá, a mesa para cá, tira os bibelôs da casa, porque quando ficar louco, vai bater, vai quebrar tudo. Então, calma. Sambe bastante, faz a tua reunião de família e vai todo mundo no ziriguidum se acabar”, convida Milton.

E quem disse que não vai ter campeonato? No Gshow, o público vota e escolhe os melhores desfiles de todos os tempos, um do Rio e um de São Paulo.

“Aquele carnaval que marcou época para as pessoas sambarem novamente, para as pessoas revisitarem a sua memória. É muito importante”, afirma Aílton.

Chacoalhar a memória ou mesmo rever cenas que a gente nunca esqueceu. Os mendigos de Joãozinho Trinta abençoados pelo Cristo que a Justiça proibiu. Ou, quase 30 anos depois, Nossa Senhora desfilando na Vila Maria com as bençãos da Igreja.

E pensar que em 2020 a vida era assim…. Que bom se tudo voltasse num passe de mágica. A mágica do carnaval.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.