Notícias de Caruaru e Região

Mamma Bruschetta faz apelo na pandemia: ‘Quero trabalhar mais’.

Mamma Bruschetta

Mamma Bruschetta, de 71 anos, está em busca de alternativas para complementar sua renda. A veterana está no ar no Melhor da Tarde, da Band, mas por causa da pandemia tem visto familiares em dificuldades e não tem condições de colaborar com eles. “Quero trabalhar mais”, destaca.

“Ajudo gente da minha família e alguns amigos que eu tentava dar uma força. Mas com essa pandemia e essa situação financeira precária, já não tenho podido fazer muita coisa por ninguém. Está tudo muito contadinho. Estou conseguindo manter o essencial”, revela.

A comunicadora nunca escondeu que zela por sua família. Em outubro último, quando foi demitida do SBT, sua primeira preocupação era justamente essa. Felizmente, Mamma não ficou muito tempo fora do ofício. Dois dias após a demissão, foi convidada por Catia Fonseca para fazer parte de um quadro de fofocas do Melhor da Tarde.

A parceria com a amiga de longa data é sua principal renda hoje. “Estar na Catia me deu um alento. Não sou contratada da Band, ganho um cachê de participação duas vezes na semana, na quarta e na sexta-feira. É com esse cachê que estou sobrevivendo. E eu tenho um alívio de estar no ar e ter mais oportunidades de tentar algo por fora”, agradece.

No entanto, antes de sair do SBT e ir para a Band, Mamma já estava no que chama de “situação precária” financeiramente. Em 2019, ela retirou um tumor no esôfago. Na sequência, iniciou quimioterapia e, atualmente, segue em acompanhamento médico. Quando a pandemia surgiu, ela já estava afastada do trabalho.

“Estava em casa e não estava trabalhando presencialmente no SBT. Quando fui desligada oficialmente, fiquei muito preocupada porque deixei de ganhar o meu salário. Ficando sem ele, pensei: ‘Como vou manter minhas contas?'”, relembra.

“No começo, eu tinha uma reserva, que me deu um alento. Fui conseguindo sobreviver. Lógico, economizando até o último centavo. Fui economizando, mas atualmente as coisas mudaram. Quando fiquei sem reserva e sem salário, falei: ‘O que vou fazer?’ e ‘As minhas contas não estão fechando. Não batem. Como vou pagar?'”, lamenta.

Influenciadora digital da terceira idade

Hoje, na Band, Mamma se mantém ativa e consegue se organizar com seus gastos pessoais. “No fim do mês, o que eu ganho é exatamente 10% do que eu ganhava antigamente”, entrega. Diante disso, ela precisou cortar despesas com familiares –ela sustentava três famílias. A comunicadora também dispensou seu assessor de imprensa e amigo pessoal, Thiago Nielsen.

Já emocionalmente abalada, Mamma sofreu um baque em março último, com a morte de seu irmão. “Tenho passado por alguns momentos bastante tristes na minha vida. Por conta disso, desde dezembro não estou gravando o meu Alô, Vizinha [quadro em seu canal do YouTube], que é minha forma de me manter ativa”, lamenta.

Disposta a trabalhar mais, a apresentadora começa a se organizar para complementar a renda com outras atividades. A plataforma de vídeos é uma delas. “Quero ver se esse canal vai me dar mais alento. Vou fazer algumas modificações e voltar com ele, com certeza, ainda neste mês”, avisa.

“Estou tentando [trabalhar mais] conforme aparece um biquinho ali e outro aqui. Vamos tentando, mas está muito difícil. Minhas contas não fechavam. Mas a gente vai se esforçando”, acrescenta.

Além do YouTube, ela se oferece como influenciadora digital. “Espero receber convites em que eu receba cachê. É o que sei fazer. Vou tentar ver se consigo alguma coisa ou outra”, considera.

Convite de Silvio Santos?

Na procura por mais trabalho, Mamma entrega que se Silvio Santos a chamar para retornar ao SBT, ela vai na mesma hora. Ela revela que o ex-patrão, aliás, andou perguntando sobre a ex-funcionária.

“Ele queria saber como estava minha situação. Eu respondi que estava livre. Se ele me chamar, já mandei dizer que eu quero voltar, sim. Voltaria numa boa”, conta. A boa relação entre eles nunca deixou de existir. Quando foi demitida do SBT, soube que a emissora manteria seu plano de saúde.

O cuidado a deixou emocionada e grata, pois ela seguiu com tranquilidade seu tratamento do câncer. E se hoje ela se diz apta a trabalhar mais em outras vertentes é porque celebra estar saudável.

“Tenho a impressão de que meu câncer foi extirpado de uma vez. Semanalmente faço exames de sangue. E a cada dois meses o PET-scan [tomografia computadorizada por emissão de pósitrons] e endoscopia para ver se está tudo certo. Por enquanto, está tudo certo. Estou muito bem, graças a Deus”, finaliza.

Confira conteúdo de Mamma Bruschetta no YouTube e no Instagram:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.