Notícias de Caruaru e Região

Perseverance consegue transformar dióxido de carbono de Marte em oxigênio

Rover Perseverance
Rover Perseverance – © YouTube / NASA Jet Propulsion Laboratory

Parece que, mesmo depois de conseguir fazer voar um helicóptero em Marte, a NASA pretende continuar a surpreender os fãs da exploração espacial com as suas experiências no ‘Planeta Vermelho’. A mais recente consistiu em transformar dióxido de carbono em oxigênio.

Esta transformação foi possível graças a um instrumento presente no rover Perseverance conhecido como MOXIE (Mars Oxygen In-Situ Resource Utilization Experiment), que conseguiu extrair dióxido carbono e transformá-lo em 5.4 gramas de oxigênio. Diz o Business Insider que esta quantidade é suficiente para manter um astronauta vivo durante dez minutos mas, mais importante, é a prova que a tecnologia em questão funciona.

O resultado desta primeira tentativa é animador e comprova que a tecnologia poderá ser usada para permitir a permanência de astronautas em Marte durante longos períodos. Ainda assim, o MOXIE será usado mais nove vezes ao longo dos próximos dois anos.

Moxie

Assim como o helicóptero Ingenuity, o MOXIE é patrocinado pela Diretoria de Missões para Tecnologias Espaciais (STMD) e pela Diretoria de Missões para Exploração Humana e Operações (HEOMD), ambas da Nasa.

“Este é um primeiro passo crítico na conversão de dióxido de carbono em oxigênio em Marte”, comenta Jim Reuter, administrador associado à STMD, em comunicado. “O MOXIE tem mais trabalho a fazer, mas os resultados desta demonstração de tecnologia são promissores à medida que avançamos em direção ao nosso objetivo de um dia ver humanos em Marte.”

O oxigênio é muito importante pois é usado como oxidante nos foguetes para “queimar” combustível. A Nasa informa que para tirar quatro astronautas da superfície marciana é preciso de 7 toneladas de combustível e 25 toneladas de oxigênio.

Por outro lado, a quantidade do gás utilizado por cientistas que já estão na superfície marciana é bem menor, embora ainda seja alta. “Astronautas que passem um ano na superfície talvez usem uma tonelada de oxigênio no total”, conta Michael Hecht, investigador principal do Moxie.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.