Notícias de Caruaru e Região

15 países da Europa barram viajantes partindo do Brasil

Por: RAFAEL BARBOSA, LUCAS MENDES e MARINA FERRAZ - Fonte: Poder360

Avião
.

O Poder360 analisou as restrições para entrada de brasileiros em 17 países da Europa. Hoje só permitem viajantes que saem do Brasil: Irlanda e Croácia. Ainda assim, quarentena de até 14 dias e teste negativo para a covid-19 são obrigatórios.

As outras nações continuam com as fronteiras fechadas para brasileiros, num esforço para barrar a disseminação de novas variantes do coronavírus. Em situações de emergência –como visitas a parentes em estágio terminal, viagens essenciais a trabalho ou tratamento de saúde local–, exceções são abertas na maioria dos territórios. Cidadãos nativos também têm passe livre, não importa por onde tenham passado nos 14 dias anteriores.

O Poder360 preparou um guia com as principais situações emergenciais dos países compilados. Leia clicando aqui (63 KB). Os dados foram elencados de 3 a 6 de maio de 2021. As informações podem mudar a qualquer momento. Consulte o consulado.

MAIORIA AINDA COM RESTRIÇÕES

Dos países mais visitados por brasileiros, só África do Sul, China, Emirados Árabes, México e Paraguai permitem viajantes vindos do Brasil, mesmo que façam alguma exigência, como a apresentação de teste para covid e/ou quarentena.

O governo chinês, por exemplo, exige quarentena de 14 dias em hotel designado pelas autoridades, mais 7 dias de isolamento domiciliar e mais 7 dias de monitoramento com avaliações de saúde periódicas.

ENTRADA NOS EUA

Os Estados Unidos foram o principal destino dos brasileiros pelo menos desde 2010. Recebem mais de 1,9 milhão de turistas do Brasil, em média, por ano.

As fronteiras norte-americanas foram fechadas em 2020 para frear a disseminação da covid-19. Para brasileiros, mesmo depois de 1 ano, as restrições ainda continuam valendo –com raras exceções, como alguns estudantes e jornalistas. Nesses casos, exige-se teste negativo para o coronavírus e quarentena de até 14 dias –em residência ou hotel previamente informado ao governo norte-americano.

É possível fazer o isolamento em um país que permita a entrada de brasileiros e não esteja vetado pelos EUA, como o México ou Equador. Passando 14 dias em um desses lugares, a viagem para os EUA é permitida.

A Sérvia e a Bósnia também são opções, mas com viagens mais cansativas e custo muito mais elevado, destaca Luiz Cesar Giagio, sócio-diretor da agência Estação Férias, de São Paulo. No Chile, a conexão também é possível, mas com quarentena mais rígida do que nos outros países.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.