Notícias de Caruaru e Região

Cientistas afirmam ter visto “vida terrestre” colonizando Marte

Marte - astronauta
.

Um grupo internacional de pesquisadores acredita ter encontrado evidências de vida em Marte. É que eles observaram fotos do planeta vermelho em que é possível ver algo similar a fungos. As imagens usadas pelos cientistas foram feitas pelos hovers Curiosity e Opportunity, esse último “aposentado” em 2019.

Em artigo publicado no Advances in Microbiology, os pesquisadores destacam a hipótese de procariontes e eucariontes terem “colonizado” Marte. Logo no resumo do estudo, eles apresentam a teoria de que essas formas de vida chegaram até o planeta vizinho saindo da Terra.

“Uma variedade de espécies continuam viáveis depois de longa exposição a ambientes de radiação intensa no espaço e podem sobreviver a ejeção da Terra, seguindo batidas de meteoros e a esterilização de naves com destino a Marte; enquanto estudos de simulação mostraram que procariontes, fungos e líquenes sobrevivem em ambientes marcianos simulados – descobertas que sustentam a hipótese de que a vida pode ter sido repetidamente transferida da Terra para Marte”, explica o resumo.

Nas imagens observadas, eles acreditam ter encontrado organismos similares a ‘puffballs’, tipo de fungo redondo que se assemelha a uma bolinha com espinhos, encontrado em abundância na Terra. “Os fungos prosperam em ambientes com radiação intensa”, destaca o artigo.

fungos em marte
Os pesquisadores afirmam que os itens observados na imagem lembram basidiomycota. Imagem: Nasa/Opportunity

Os pesquisadores acrescentam que as fotos sequenciais documentam os espécimes marcianos parecidos com os fungos terráqueos emergem do solo e aumentam de tamanho. E não só isso. O grupo de estudiosos observou que após serem esmagados pelas rodas dos hovers, novos “fungos” esféricos, alguns com talos, apareceram no topo dos restos antigos.

A equipe foi mais longe. Eles disseram que “espécimes semelhantes a bactérias-fungos negros também apareceram em cima dos veículos espaciais”. Já com imagens da HiRISE, câmera localizada na sonda que orbita Marte, os pesquisadores acharam evidências de “espécimes amorfos dentro de uma fenda”. Esses “mudaram de forma e localização, depois desapareceu”.

Na conclusão do artigo, o time de pesquisadores afirma que já está bem estabelecido que “uma variedade de organismos terrestres sobrevivem a condições semelhantes às de Marte”. Para o grupo, a Terra está provavelmente semeando a vida no planeta vizinho e a vida é, repetidamente, transferida entre mundos.

“Seria surpreendente se não houvesse vida em Marte”, destacam. Mas, nada de muita empolgação. Os pesquisadores também alertam sobre a descoberta, ressaltando que as similaridades na morfologia “não são prova de vida”. “Não podemos descartar completamente minerais, intemperismo e forças geológicas desconhecidas exclusivas de Marte e estranhas à Terra.”

Via: Futurism

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.