Notícias de Caruaru e Região

Coluna do Dia – Coragem e força espiritual. Por professor Kardecky Lima

Professor Kardecky Lima
Professor Kardecky Lima

Durante a caminhada da Vida somos chamados a vários desafios. Desafios pessoais, familiares, profissionais, e assim sendo, percebemos que as lutas individuais são desafios intransferíveis e de difícil compreensão para quem está de fora da realidade daquele cujo a luta lhe é pesarosa.
Diante às batalhas, temos que fazer escolhas, acertar, errar, viver, pois erros e acertos fazem parte do processo e é errando que poderemos aprender e acertar mais. Não fazer nada também é uma escolha e terá também suas consequências.

Os que se acham juízes da vida alheia, têm a frase pronta de “se eu fosse você faria assim”, mas a presença do pronome SE faz toda a diferença, pontuando que àquela atitude não lhe diz respeito, e que, se aquele palpiteiro fosse o eu da situação estaria fazendo a mesma coisa. Há também como, não exercitando a empatia, é muito fácil julgar de longe do que tentar ajudar de perto.

Cada alma sabe de suas dores, do seu mundo, é quem sabe o que já sofreu e o porquê de suas decisões. O Grande Mestre Jesus, com todo seu amor, misericórdia, acolhida e sem nenhuma mancha de pecado não agradou a todos, então o que dizer de nós, criados simples e ignorantes, com os corações arraigados com os mais perversos sentimentos, não iremos agradar, além do mais, cada um de nós deve viver para si próprio e não para os outros ou para a sociedade.

Diria o poeta “viver e não ter a vergonha de ser feliz”, desta forma, façamos da nossa vida um roteiro de profundo aprendizado, ressignificando aquilo que pareça ter sido fruto de erros, ou decisões equivocadas, que nunca devem gerar em nós a culpa e o remorso. O que foi feito outrora, era o que estava possível de ser feito, de acordo com as circunstâncias daquele momento.

Uma outra bela canção diz “Se julgado e condenado pelos homens fosse eu, derrotado eu já estaria, inda bem que me conhece intimamente é meu Deus, que apesar de tudo está comigo todo dia”.

Por exemplo, uma âncora pode ser para um barco uma segurança ou uma prisão, dependendo das circunstâncias. A mesma coisa pode ser uma situação vivida por alguém: de repente livrar-se da “âncora” foi na verdade uma libertação necessária para quem precisava seguir protegendo sua saúde emocional, psicológica, física e tendo a coragem e a força que a grande maioria das pessoas não tem, mas no fundo gostariam de ter.

Ser um vencedor não é ganhar tudo, conquistar títulos, empregos, bens materiais.

Ser vencedor é saber discernir tomadas de decisões para cada situação e ter coragem de tomar atitudes, que terão ônus e bônus, e seguir adiante para novos objetivos, novos horizontes, novas ideias e propostas.

Como dizem algumas passagens Bíblicas: “Buscai as coisas do Alto…”, “Quando estamos fracos é que estamos fortes…”, “Faz por ti e os Céus te ajudarão…”, “Ele não deixará que teus pés vacilem…”, “Guarda teu coração…”, “No mundo tereis aflições mas tendes bom ânimo…”, enfim, são algumas das fontes das quais podemos fortalecer nossa coragem e força espiritual para os caminhos da vida.

A Vida na Terra é ilusão passageira, sendo um instante em meio à vastidão e imensidão do infinito. Apenas o Amor e a Servidão fraterna, que damos e recebemos durante o nosso curso nesta escola, é que vale e valerá a pena.

 

Sobre o autor

Kardecky Lima é presidente do Centro Espírita Florescer (CEFLOR) e Palestrante Espírita.
Fone: (81) 99546-2759
Rede Social: @kardecky_limaa

 

1 comentário
  1. José Carlos Firmino Diz

    Uma belíssima análise de como viver o dom que Deus nos deu de forma não penosa, mas prazerosa. Destaque para o parágrafo que nos lembra que o Eterno Deus nos ama, apesar de tudo, apesar de nós mesmos. Forte abraço, poeta.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.