Notícias de Caruaru e Região

Coluna do Dia: Por Prof. Kardecky Lima – TARDE DEMAIS?

Professor Kardecky Lima
Professor Kardecky Lima

Em meio a um padrão de vida extremamente voltado à uma rotina materialista, repetitiva, praticamente robótica, a maioria das pessoas ainda não despertaram para a plataforma espiritual de existência, onde uma visão dilatada e profunda, predomina e norteia nossos passos.
Os Espíritos nada mais são do que as almas dos homens que viveram na Terra, e assim sendo, são pessoas que deixaram seus corpos físicos.
A evolução enquanto seres eternos acontece tanto no plano espiritual quanto no material.

Sempre é tempo de buscar caminhos para refinar o conhecimento, inovar as ideias, buscar novas áreas do conhecimento científico e da sabedoria sobre o Ser.

Enquanto no plano Espiritual, os Espíritos, dependendo do seu estado de consciência, estão também em busca de estudar formas para se ajudarem e ajudarem ao próximo, lá não existe um padrão determinado, como no plano material, de que o tempo cronológico é o determinante para buscar um progresso intelectual, e assim deve ser no plano físico.

Quem pode definir o tempo de cada um? Ou em qual tempo algo deve ser feito/realizado? Onde está regido por uma lei que determine que o tempo passou para uma coisa ou outra? Quem ou o que pode determinar que algo está tarde demais?

“…Tempo, tempo, tempo, tempo,

Compositor de destinos,

Tambor de todos os ritmos,

Entro em um acordo contigo,

Por seres tão inventivo,

E pareceres contínuo,

És um dos deuses mais lindos,

Peço-te o prazer legítimo,

E o movimento preciso,

Quando o tempo for propício.

De modo que o meu espírito,

Ganhe um brilho definido,

E eu espalhe benefícios…

E quando eu tiver saído,

Para fora do teu círculo,

Não serei nem terás sido,

Ainda assim acredito,

Ser possível reunirmo-nos,

Num outro nível de vínculo,

Tempo, tempo, tempo, tempo…”

(Adaptação de Oração ao Tempo, Caetano Veloso).

O melhoramento sócio-intelectual deve ser uma busca constante independente do tempo e espaço. Devemos buscar formas disponíveis para o momento e utilizar, da intermediação e interlocução social, os meios para realização de novas perspectivas. Não podemos ficar parados diminuindo a existência ao pesar da labuta e provações diárias. Somos seres que temos a evolução como alvo, busquemos o ânimo da fé no Criador para, também por nossos esforços, conseguirmos alcançar as bonanças e as bem-aventuranças.

Em tempos atuais, onde tantas mortes são divulgadas nos meios de comunicação, oremos por essas almas que estão deixando os corpos de carne, para serem novas etapas do infinito viver, seja qual for a morada do Pai onde ficarão agora alojados, por mais um período rumo à infinitude dos tempos e conseguinte evolução nestes mundos habitados.

Ideias universalistas de paz e atitudes no bem crescem no planeta, embora não ganhem grande repercussão midiática. O despertar da humanidade para a realidade de que somos todos espíritos imortais vivendo, provisoriamente, em corpos mais densos, nos abre os olhos para mudarmos conceitos e prioridades e passemos a intensificar o burilamento interior, na lapidação gradativa e permanente de nós mesmos.

 

Sobre o autor

Kardecky Lima é presidente do Centro Espírita Florescer (CEFLOR) e Palestrante Espírita.
Fone: (81) 99546-2759
Rede Social: @kardecky_limaa

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.