Notícias de Caruaru e Região

“Véio da Havan” volta aos braços da Globo e compra anúncio de R$ 1,3 milhão no Fantástico

Luciano Hang
Luciano Hang

Uma das principais anunciantes de emissoras como SBT e RedeTV!, a Havan instaurou um boicote contra a Globo em novembro de 2019. Nos últimos 17 meses, a empresa de Luciano Hang só comprou espaços publicitários em afiliadas da líder de audiência. No domingo (16), porém, a rede varejista acabou com a suspensão e veiculou um comercial de 60 segundos no Fantástico, um dos intervalos mais valorizados da TV brasileira.

No preço de tabela da Globo, uma propaganda de um minuto durante o break do programa jornalístico custa R$ 1,299 milhão para ser colocada em rede nacional –o valor final varia de acordo com negociações entre as empresas. Se a mensagem for exposta apenas na Grande São Paulo, principal mercado publicitário do país, o preço é de R$ 248 mil.

A Havan começou a veicular campanhas publicitárias na Globo para todo o Brasil em setembro de 2018, justamente no intervalo do Fantástico. Na ocasião, a empresa de Santa Catarina contratou nomes como Eliana, Celso Portiolli e Ratinho, além de outros artistas que já mantinham parceria com a marca, para serem as estrelas da ação. A varejista também já havia feito merchandising no Encontro com Fátima Bernardes e no É de Casa.

Em 7 de novembro de 2019, Luciano Hang, um dos principais apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, anunciou a suspensão de contratos publicitários com a Globo por não compactuar com o que ele classifica como “jornalismo ideológico” praticado pela emissora.

Não compactuamos com jornalismo ideológico e algumas programações da Rede Globo nacional e estamos sendo cobrados pela sociedade e nossos clientes. Enquanto esses programas prestarem um desserviço à nação e estiverem contra os valores da família brasileira, não iremos anunciar. Por ora, manteremos nossas propagandas nas afiliadas e jornais locais, que ainda informam a sociedade de forma mais isenta e conservadora.

O site Notícias da TV questionou a Havan se os anúncios no Fantástico do último domingo foram pontuais ou se a empresa voltará a comprar espaços na Globo nacional de forma regular. Em nota, a rede varejista informou que não iria se manifestar sobre o caso.

Em 2019, a emissora havia soltado um comunicado sobre o boicote: “A Globo acredita que entrega para as marcas anunciantes as melhores oportunidades de conexão com seus públicos e tem por princípio não comentar nenhuma decisão e/ou estratégia de mídia de seus parceiros”.

Luciano Hang no Fantástico

No vídeo exibido no break da revista eletrônica, Luciano Hang apareceu em um dos setores de uma de suas lojas e disse que estava recebendo mensagens estranhas. Na sequência, um ser alienígena virtual surgiu para dizer que “em toda a galáxia” não há nada igual às lojas da Havan. O empresário compartilhou o vídeo da campanha “Uma loja de outro mundo” em seu Instagram pessoal.

Nos comentários, alguns seguidores o questionaram sobre o alto investimento feito em publicidade na Globo.

“Pô, Luciano Hang, propaganda na #GloboLixo, intervalo do Fantástico. Tava zapeando os canais e casualmente vi”, lamentou Antônio Duarte. “Falou que não faria mais propaganda na Globo. Tem comercial da sua loja na Globo. O que houve?”, questionou Gian Paris, que ficou sem resposta.

Ao lado do Jornal Nacional e da novela das nove, o Fantástico é considerado uma grife pelo mercado publicitário. As agências orientam empresas anunciantes a lançarem grandes campanhas nos intervalos dessas atrações, para terem um alcance maior pelo país.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.