Notícias de Caruaru e Região

Primeiro caso humano da gripe aviária H10N3 é registrado na China

gripe-aviaria
.

A Comissão Nacional de Saúde da China anunciou nesta terça-feira, 1º, o primeiro caso humano de infecção pela gripe aviária H10N3. A contaminação ocorreu em um homem de 41 anos morador da cidade de Zhenjiang.

Ele foi hospitalizado no dia 18 de abril e diagnosticado com a doença no último dia 28. Detalhes sobre a infecção não foram divulgados e pessoas com as quais o paciente teve contato foram investigadas, mas nenhum outro caso da doença foi registrado.

Segundo o órgão de saúde, o vírus tem baixa patogenicidade, o que significa que ele se manifesta de forma menos severa, e tem baixas chances de se espalhar pelo mundo. Mesmo assim, uma análise dos dados genéticos do vírus deve ser feita para entender melhor o funcionamento dele. O paciente infectado está estável e deve receber alta nos próximos dias.

Influenza

O H10N3 é um subtipo do vírus Influenza A, também conhecido como vírus da gripe aviária. Yang Zhanqiu, vice-diretor do Departamento de Biologia Patogênica da Universidade de Wuhan, disse ao jornal Global Time que o vírus é normalmente letal para aves. Ele afirmou que o H10N3 pode se espalhar por meio de gotículas respiratórias – processo semelhante ao do Sars-CoV-2, coronavírus causador da Covid-19. Yang disse que provavelmente foi por meio de gotículas que o homem foi infectado. Ele afirmou que não há evidências de que exista a transmissão entre humanos.

Além disso, ele ressaltou que o vírus apresenta baixo risco para os humanos. A comissão pediu aos cidadãos que evitem o contato diário com aves mortas e não abordem as aves vivas, bem como que cuidem da higiene alimentar e consultem imediatamente um médico em caso de sintomas como febre ou problemas respiratórios.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.