Notícias de Caruaru e Região

Clube do Filme – MOSTRA POESIA NA TELA ANIMAÇÃO – Por Mary Queiroz

Evento inicia as comemorações aos 50 anos de animação em Pernambuco com uma edição especial

Mary Queiroz
Mary Queiroz

 

Mostra de Cinema Poesia na Tela – Edição Especial de Animação, realizada em Tabira, acontece de 26 a 29 de outubro de 2021 e já está com os filmes disponíveis no site https://poesianatela.com.br/. Até o dia 29 de outubro é possível assistir às 40 produções que estão divididas em três mostras, a Cinema Pernambucano, Brasil e Latino-americana.

 

A seleção dos filmes foi feita por uma equipe de quatro curadores e foi priorizada a produção feminina. Para Caroline Pavez Torrealba, curadora da mostra Latino-americana, “é relevante destacar a lacuna de gênero que ainda existe na participação das mulheres na animação e no reconhecimento do seu trabalho”, explicou.

 

Essa edição da Mostra Poesia na Tela faz uma homenagem a Lula Gonzaga. Cineasta pernambucano, ele é autor do que é considerada a mais antiga animação existente na filmografia pernambucana, Vendo/Ouvindo (1972). O filme está disponível na Mostra Pernambucana.

 

Em formato híbrido, a Mostra Poesia na Tela está com atividades remotas e as presenciais serão realizadas em quatro escolas municipais de Tabira. A exibição de filmes presencial, respeitará todos os protocolos de biossegurança. Também será realizada uma oficina de cordel na Secretaria de Educação do município. A programação segue com oficinas remotas e uma mesa de glosas (improviso de poesias com temas dados na hora). A mesa será na sexta, às 19h, na live de encerramento, quando também será realizada uma homenagem a Lula Gonzaga e Silvana Delácio.

 

Confira a Programação e acesso aos filmes no link https://poesianatela.com.br/

 

MOSTRA PERNAMBUCANA

 

  • Vendo/ouvindo de Lula Gonzaga e Fernando Spencer, 5’43’’
  • A saga da asa branca de Lula Gonzaga, 7’
  • Reminiscências de Clarissa Machado, 3’33’’
  • Presepe de Patrícia Alves Dias, 5’48’’
  • Fazenda Rosa de Chia Beloto, 9’
  • SomoS de André Pyrrho e Paulo Leonardo, 6’23’’
  • Jumento Santo de William Paiva e Leonardo Domingues, 11’03’’
  • A Árvore do Dinheiro de Marcos Buccini e Diego Credidio, 4’57’’
  • Dia estrelado de Nara Normande, 14’
  • Guaxuma de Nara Normande, 14’
  •  Wilma de Eva Jofilsan, 3’44’’
  • O silêncio lá de baixo de Pamella Araújo, 2’28’’
  • O ex-mágico de Olimpio Costa e Mauricio Nunes, 11’11’’
  • Não moro mais aqui de Laura de Araújo, 9’34’’
  • Barbas de molho de Eduardo Padrão e Leanndro Amorim, 11’17’’
  • O homem das gavetas de Duda Rodrigues, 8’56’’

 

MOSTRA LATINO-AMERICANA

 

  • Um grão de areia pela paz de Patri Menghi, 39’’, Argentina
  • Uma carta de Leticia de Irene Blei, 3’16’’, Argentina
  • Warm Puna de Cez Comerci, 2’34’’ Argentina
  • Ambar de María Belén Tagliabue e Melina Guadalupe Menendez, 6’28’’ Argentina
  • Veo Veo de Jacqueline Baffico, Luciana Digiglio, Malena Laiño, Gabriela Fernández, Agostina Ravazzola, Ann Lopez Angulo, Malena Martínez, Ileana Andrea Gomez Gavinoser, Lola Barreto, Cez Comerci, Maricel Ignatti, Marina Lisasuain, Laura Norma Martínez, Alicia Rosenthal, Paula Herrera Vivas , Patricia Menghi, Belén Tagliabue, Ana Martín, Irene Blei, Gabriela Clar , Isabel Macías, Elena Aracena , Milena Lois, Raquel De Simone, Paola Bellato, Isabel Estruch, Sofía Ugarte e Gala Moser. Ideia original de Irene Blei, 5’29’’, Argentina
  • Mongueleiñ de Guadalupe Cahuimpan, 3’06’’, Argentina
  • Warm Puna de Cez Comerci, 2’34’’, Argentina
  • Genesis de Isabel Macias, 1’, Argentina
  • En La Banquina de Isabel Macias, 5’36’’, Argentina
  • Ley de Humedales de Marina Lisasuain e Mauricio Manassero, 34’’, Argentina
  • Criação de acordo com a mãe terra de Aldana Loiseau, 4´42’’, Argentina
  • Migrantes de Hugo Caby, Antoine Dupriez, Aubin Kubiak, Lucas Lermytte, Zoé Devise, França, 8’17’’
  • Choyün – Brotes de la Tierra de Rosario Lópes e Sebastián Pinto, Chile, 6’02”

 

MOSTRA BRASIL

 

  • Virando gente de Analúcia Godoi, 9’44’’
  • Tandem de Vivian Altman, 10’59’’
  • Viagem na chuva de Wesley Rodrigues, 12’59’’
  • O divino, de repente de Fabio Yamaji, 6’20’’
  • Até a China de Marão, 15’
  • Maria da Glória de Diego Akel, 2’11’’
  • Noturno de Aída Queiroz, 4’45’’
  • O reino azul – anos de chumbo de Elor Guazzelli, José Maia, Lancast Mota e Otto Guerra, 14’24’’
  • Lé com cré de Cassandra Reis, 5’
  • Carne de Camila Kater, 12’
  • Da janela pro cinema de Quiá Rodrigues, 13’

 

FILMES CARUARUENSES SÃO PREMIADOS

 

Luciano Torres vence prêmio internacional de Melhor Ator com A Botija, O Beato e a Besta-Fera

Luciano Torres ATOR
Luciano Torres ATOR

No último sábado, o ator caruaruense Luciano Torres venceu o prêmio de Melhor Ator no 1° Annual Mysuru International Film Festival, na Índia, por seu papel como Beato no curta-metragem A Botija, O Beato e a Besta-Fera de Túlio Beat.

 

O festival contou com dezenas de produções internacionais e a concorrência para os prêmios principais foi acirradíssima. Os vencedores foram anunciados no último sábado, numa grande cerimônia com cinema lotado, no Ramagovinda Rangamandira Theater, na cidade de Mysuru.

 

Luciano Torres já havia sido indicado ao prêmio de Melhor Ator no Metropolis Film Festival na Lombardia, Itália, em agosto, pelo mesmo papel.

 

O filme A Botija, O Beato e a Besta-Fera tem conquistado diversos prêmios internacionais: Melhor Diretor Estreante (para Tulio Beat) e Melhor Filme de Monstro na Inglaterra, Melhor Roteiro na Ucrânia e Melhor Filme no Peru.

 

O filme conta a história de Beato, homem religioso que vive um dilema: ir atrás da botija e sucumbir à ganância ou se resignar na fé de dias melhores. Inspirado nas tradicionais histórias de botijas e na literatura de cordel, comuns no Nordeste brasileiro, “A Botija, o Beato e A Besta-Fera” traz uma jornada hermética de desvendamento num Sertão fantástico.

 

O ator Luciano Torres começou a fazer teatro no colégio; participou de espetáculos estudantis do Feteag; fez parte da Cia de Produções Artísticas Prazeres Barbosa, onde atuou em apresentações de rua como Passos da Paixão e no São João de Caruaru. Estudou no curso de atuação para teatro, tv e cinema da Hipérion, em Recife. Cursou a Escola Wolf Maia, no RJ, onde também fez teatro, TV e cinema. Ganhou prêmio de melhor ator no Festival de Teatro do Rio de Janeiro, em 2011, por sua atuação como Bastião, da peça A Feira, com Prazeres Barbosa.  Começou no cinema, em 2013, no filme Zentai, do premiado cineasta caruaruense Leo Tabosa. Atuou no longa Mulheres No Poder, de Gustavo Acioly, protagonizado por Dira Paes. Ultimamente, vem vivendo protagonistas em filmes de cineastas de Caruaru e atuando no audiovisual também como diretor e produtor.

 

“É uma grande alegria ter esse reconhecimento internacional por um trabalho feito com muito amor, empenho e dedicação de toda a equipe; fazendo cinema no interior do Brasil, apesar de todas as dificuldades”, ressalta o ator.

 

Filme da diretora Éryka Vasconcelos ganha prêmio de “Melhor Curta de Terror”na França

 

O Último Aviso
Cena do curta O Último Aviso

O curta-metragem “O Último Aviso” teve sua estreia internacional no Tagore International Film Festival (TIFF), da Índia, ganhando prêmio de Melhor Curta-Metragem. E ganhou o prêmio de “Melhor Curta de Terror”, na edição de “agosto 2021”, do Argenteuil International Film Festival, da França.

 

O filme é uma ficção que narra a história de uma jovem que é esquizofrênica. “Desta forma, o filme dispõe de uma dramaticidade, suspense e terror, postos pela protagonista, que vive submersa num mundo criado por ela mesma, o que a faz mergulhar em uma profunda solidão” , relata a diretora Éryka Vasconcelos.

Éryka Vasconcelos
Éryka Vasconcelos

Além disso, a diretora diz que este filme é importante e relevante porque busca incentivar todas as mulheres a terem um contato direto e/ou indireto com o audiovisual, despertando a criação na área cinematográfica da região, visto que tem roteiro e direção vindos de uma mulher nordestina, do interior de Pernambuco, que apresenta uma proposta que foge aos roteiros de terror tradicionais. E este projeto audiovisual tem o objetivo de trazer à tona discussões sobre abandono de mulheres, vínculos familiares fragilizados, a juventude perante a sociedade e a questão da Esquizofrenia.

 

O filme segue sendo selecionado em vários festivais do Brasil e internacionais.

 

Éryka Vasconcelos é produtora cultural, diretora, roteirista, atriz (cinema e teatro), poetisa, cronista, contista, escritora, palhaça, integrante do grupo cultural Cia Bacurau, afiliada à RIPA (Rede Interiorana de Produtores, Técnicos e Artistas de Pernambuco), e é associada à ABD/APECI (Associação Brasileira de Documentaristas de Pernambuco/Associação Pernambucana de Cineastas).

 

As gravações ocorreram nos dias 23, 24 e 30 de janeiro de 2021.

 

Roteiro e direção : Éryka Patrícia Ramos Pereira (Eryka Vasconcelos).

 

  • Direção de arte e produção: Túlio Beat.
  • Direção de fotografia: Edvaldo Santos . 
  • Som direto: Jucineide Santos .
  • Figurino e Maquiagem: Paulo Conceição .
  • Still: Petryk Lucas Soares Galindo .
  • Elenco: Bruna Santos .
  • Participação: Fabiane Lima Nazario .

 

O filme foi realizado com incentivo da Lei Aldir Blanc (LAB PE), Lei Federal N° 14.017/2020, Decreto Federal N° 10.464/2020 e o Decreto Municipal 104/2020. Apoio da Cia Bacurau Cultural, Prefeitura Municipal de Caruaru/PE e Governo do Estado de Pernambuco.

PROGRAMA CLUBE DO FILME

 

 

No programa CLUBE DO FILME, deste sábado, pela Rádio Caruaru FM, com a apresentação dos radialistas EDSON SANTOS e MARY QUEIROZ, vai abordar o tema: “PONTO DE VISTA SOBRE O FILME HALLOWEEN KILLS: O TERROR CONTINUA”. Nos Estúdios, a presença de Gilberto Hazan e Felipe Queiroz, ambos cinéfilos e colecionadores.

 

Acompanhe pelas Redes Sociais:

 

YOUTUBE:

 

https://www.youtube.com/channel/UC1hCjOYAAsdUWKUeTwExIag

 

SITE:

 

caruarufm.com.br

 

FACEBOOK:

 

facebook.com/edsonsantoscaruaru

 

RÁDIO CARUARU FM – 104,9

 

PROGRAMAÇÃO DOS CINEMAS DE CARUARU

 

Lembrando que durante este retorno, pós pandemia, todos pagam meia entrada

 

– VENOM TEMPO DE CARNIFICINA DUB (COLUMBIA)

AÇÃO – Dublado – 14 Anos – Duração: 95min.

– ETERNOS DUB (DISNEY) =PRÉ-ESTREIA=

AÇÃO – Dublado – 12 Anos – Duração: 155min.

Sessão: 20h30

HALLOWEEN KILLS – O TERROR CONTINUA

105 MINUTOS – TERROR – 16 ANOS

Sessão 18h15

SALA 01

– ESPÍRITOS OBSCUROS DUB (DISNEY) =ESTREIA=

TERROR – Dublado – 16 Anos – Duração: 116min.

SESSÃO ÚNICA DIARIAMENTE ÀS: 21H00

– RON BUGADO DUB (DISNEY)

ANIMAÇÃO – Dublado – Livre – Duração: 106min.

SESSÃO ÚNICA DIARIAMENTE ÀS: 14H00

– A FAMÍLIA ADDAMS 2: PÉ NA ESTRADA DUB (WARNER BROS) =ESTREIA=

ANIMAÇÃO – Dublado – Livre – Duração: 93min.

SESSÕES DIARIAMENTE ÀS: 16h30 – 18h45

SALA 02

– VENOM TEMPO DE CARNIFICINA DUB (COLUMBIA)

AÇÃO – Dublado – 14 Anos – Duração: 95min.

Qui., Sex., Seg., Ter. Sáb., Dom., Feriado: 14h30 – 16h45 – 19h15 – 21h30

Qua.: 16h00 – 18h15

– ETERNOS DUB (DISNEY) =PRÉ-ESTREIA=

AÇÃO – Dublado – 12 Anos – Duração: 155min.

Qua.: 20h30

SALA 03

– VENOM TEMPO DE CARNIFICINA DUB (COLUMBIA)

AÇÃO – Dublado – 14 Anos – Duração: 95min.

SESSÃO ÚNICA DIARIAMENTE ÀS: 20h30

– ESPÍRITOS OBSCUROS DUB (DISNEY) =ESTREIA=

TERROR – Dublado – 16 Anos – Duração: 116min.

SESSÃO ÚNICA DIARIAMENTE ÀS: 18h00

– RON BUGADO DUB (DISNEY)

ANIMAÇÃO – Dublado – Livre – Duração: 106min.

SESSÃO ÚNICA DIARIAMENTE ÀS: 15h30

SALA 04 (ATMOS)

– ETERNOS ATMOS DUB (DISNEY) =PRÉ-ESTREIA=

AÇÃO – Dublado – 12 Anos – Duração: 155min.

Qua.: 19h00

– A FAMÍLIA ADDAMS 2: PÉ NA ESTRADA DUB (WARNER BROS) =ESTREIA=

ANIMAÇÃO – Dublado – Livre – Duração: 93min.

SESSÃO ÚNICA DIARIAMENTE ÀS: 15h00

– DUNA DUB ATMOS (WARNER BROS)

AVENTURA – Dublado – 14 Anos – Duração: 155min.

Qui., Sex., Seg., Ter.: 17h00 – 20h00

Sáb., Dom., Feriado: 17h00 – 20h00

Qua.: 16h00

AS ESTREIAS DA SEMANA

 

A FAMÍLIA ADDAMS 2: PÉ NA ESTRADA

 

Filme estadunidense-canadense de animação digital dos gêneros estrada, comédia de terror e humor negro de 2021, dirigido por Greg Tiernan e Conrad Vernon, codirigido por Laura Brousseau e Kevin Pavlovic, a partir de um roteiro escrito por Dan Hernandez, Benji Samit, Ben Queen e Susanna Fogel, com uma história de Hernandez e Samit, e baseada nos personagens criados por Charles Addams. Servindo como uma sequência para o filme de 2019, o filme apresenta as vozes de Oscar Isaac, Charlize Theron, Chloë Grace Moretz, Nick Kroll, Javon Walton, Wallace Shawn, Wayne Knight, Snoop Dogg, Bette Midler e Bill Hader.

 

A família assustadora favorita de todos está de volta na nova sequência da animação, Os Addams se vivem aventuras malucas e se envolvem em confrontos hilariantes com todos os tipos de personagens desavisados. Sempre fiel a si mesma, a Família Addams traz seu ícone fantasmagórico e excêntrico aonde quer que vá.

 

ESPÍRITOS OBSCUROS

Espíritos Obscuros é do produtor Guillermo del Toro, do oscarizado A Forma da Água (2017) e da famosa trilogia O Hobbit. Em uma pequena e isolada cidade, no Oregon, Estados Unidos, a descoberta de uma morte violenta pega a população de surpresa. Na escola, uma professora (Keri Russell) se assusta com o comportamento misterioso de um aluno e comenta com o xerife local (Jesse Plemons). Segundo um antigo morador (Graham Greene), o segredo que eles e a comunidade estão prestes a descobrir pode ter ligação com uma sinistra lenda da região. Será mesmo verdade que o menino Lucas (Jeremy T. Thomas) mantém aterrorizantes encontros com uma criatura maligna?

 

ETERNOS =PRÉ-ESTREIA=

Os Eternos do Marvel Studios apresenta uma outra equipe de super-heróis no UCM; aliens ancestrais que vivem na Terra em segredo por milhares de anos. Seguindo os eventos de Vingadores: Ultimato, uma tragédia inesperada os força a sair das sombras para se reunirem contra os mais antigos inimigos da humanidade, Os Deviantes.

 

Filme estadunidense de super-herói baseado na equipe de mesmo nome da editora Marvel Comics. Produzido pelo Marvel Studios e distribuído pela Walt Disney Studios Motion Pictures, é o vigésimo sexto filme do Universo Cinematográfico Marvel (UCM). O filme é dirigido por Chloé Zhao, que escreveu o roteiro com Patrick Burleigh, Ryan Firpo e Matthew K. Firpo. É estrelado por um ensemble cast que inclui Gemma Chan, Richard Madden, Kumail Nanjiani, Lia McHugh, Brian Tyree Henry, Lauren Ridloff, Barry Keoghan, Don Lee, Harish Patel, Kit Harington, Salma Hayek e Angelina Jolie.

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.