Notícias de Caruaru e Região

MPF abre investigação contra o Conselho Federal de Medicina por conduta sobre ‘kit Covid’

Kit Covid
.

 

O Conselho Federal de Medicina (CFM) é investigado pelo Ministério Público Federal por sua atuação sobre o uso de medicamentos sem eficácia contra a Covid-19 , informa o colunista Lauro Jardim. O inquérito é conduzido pela Procuradoria da República em São Paulo e foi instaurado a partir de uma representação feita por cardiologista professor da USP. O médico afirmou que a inexistência de um posicionamento firme do conselho contra o “kit Covid” induziu a população a acreditar que há tratamento para a doença.

 

A atuação do CFM também está no radar da CPI da Covid. O relator da comissão, senador Renan Calheiros, trata o presidente do conselho Mauro Ribeiro como investigado. E a Defensoria Pública da União apresentou à Justiça, na semana passada, uma ação civil pública em que pede a condenação do CFM a pagar R$ 60 milhões por danos morais coletivos.

 

“A representação tem como objetivo requerer que se examine à luz do direito, e eventualmente se coíba e puna, a atuação que se acredita omissa e grave do Conselho Federal de Medicina nas providências que lhe caberiam tomar contra a disseminação da falsa ideia de existência de tratamento precoce eficaz contra a COVID-19, representado pelo uso indiscriminado da Cloroquina, Hidroxicloroquina e Ivermectina”, aponta o texto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.