Notícias de Caruaru e Região

Grande Arte para crianças – Por Antonio Sampaio Dória

Professor Antônio Sampaio Dória
Professor Antônio Sampaio Dória

Uma obra de arte. Ou melhor, várias obras de arte. É isso que você vai encontrar no livro infantil Olhe Para Mim, de Ed Franck e Kris Nauwelaerts, da editora Pulo do Gato. O livro original veio da Bélgica.

A história do menino Kitoko, negro, começa assim: sua mãe adotiva, branca, vai ter uma filha, e ele tem grandes dúvidas sobre como vai ser depois. A mãe, que restaura quadros em um museu, provavelmente vai gostar mais dessa filha natural, e ele sabe muito bem que ela é sua segunda mãe, não a primeira.

Kitoko está ali, com a mãe, no museu onde ela trabalha. Por isso, ele passeia e vê a obra do pintor Gustave Vanaise, O negro e eu, de 1886. “Esse menino negro não parece feliz”, pensa. Claro que não, afinal o que ele está fazendo num país de brancos com uma irmãzinha branca? É um príncipe africano, que certamente gostaria de voltar à África — assim pensa ele.

Kitoko deita num banco e começa a sonhar com a sua África natal. E ele volta para o meio de uma guerra civil. Homens atacam sua aldeia com balas e lanças. Ele tinha uma irmã: Ayosha. Nesse momento começa um dos momentos difíceis da sua vida: a atropelada fuga. Nesse estranho momento, a ilustração segue o estilo, o tema e os personagens de Hieronymus Bosch. Essa é a grande sacada! Para cada situação, a ilustração se baseia na obra de um grande pintor, um daqueles mestres universais que marcaram a História da Pintura. A guerra civil é baseada na obra Guernica, de Picasso, o famoso quadro que mostra uma cena de guerra.

Kitoko é levado por um homem para um orfanato. Mas, insatisfeito com a falta de carinho e atenção, ele foge. E a fuga é representada com os traços de Marc Chagall, o onírico pintor russo, que dá exatamente o tom de liberdade e lirismo desse momento.

Kitoko percorre um grande caminho. Mas vamos nos lembrar que é um sonho, por isso ele pode reencontrar sua irmã de sangue, Ayosha. O encontro é representado pelas cores sensuais e vivas de Paul Gaugin. E nesse caminho original, aos poucos a irmã africana vai se transformando na irmã que ainda está para nascer…

Uma grande sacada! Professores podem dar uma aula de história da arte com esse livro, propondo, por exemplo que os alunos achem o pintor correspondente à ilustração. Dalí, Miró, Jean Renoir, René Magritte, Francis Bacon e muitos outros comparecem nas inspiradas ilustrações. E poucas vezes terá havido um casamento tão bonito entre Pintura e Literatura! De encher os olhos.

Olhe para Mim, de Ed Franck e Kris Nauwlaerts. Tradução de Cristiano Zwiesele do Amaral. Editora Pulo do Gato.

Para crianças a partir de 7 anos.

fundo logo Antonio Sampaio Dória
.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.